Gosto de estar acompanhado neste local o direito de escolher o sítio onde me sinto bem.
COMENTE escrevendo
publicado por batidasfotograficas, em 28.09.11 às 23:46link do post | adicionar aos favoritos (1) | partilhar

 

 

 

Procura-se um Amigo


Não precisa ser homem, basta ser humano, basta ter

sentimentos. Basta ter coração. Precisa saber falar e

calar, sobretudo saber ouvir. Tem que gostar de

poesia, de madrugada, de pássaro, de sol, da lua, do

canto. Dos ventos e das canções da brisa. Deve ter

amor, um grande amor por alguém, ou então sentir

falta de não ter esse amor. Deve amar o próximo e

respeitar a dor que os passantes levam consigo. Deve

guardar segredo sem se sacrificar.

Não é preciso que seja de primeira mão, nem é

Imprescindível que seja de segunda mão. Pode já

ter siso enganado, pois todos os amigos são enganados.

Não é preciso que seja puro, nem que seja todo

impuro, mas não deve ser vulgar. Deve ter um ideal e

sentir o grande vácuo que isso deixa. Tem que ter

ressonâncias humanas, seu principal objectivo deve ser

o de amigo. Deve sentir pena das pessoas tristes e

compreender o imenso vazio dos solitários. Deve

gostar de crianças e lastimar as que não puderam

nascer.

Procura-se um amigo para gostar dos mesmos
gostos, que se comova, quando chamado de amigo.

Que saiba conversar de coisas simples, de orvalhos, de

grandes chuvas e das recordações de infância. Precisa-se

de um amigo para não se enlouquecer, para contar

o que se viu de belo e triste durante o dia, dos anseios

e das realizações, dos sonhos e da realidade. Deve

gostar de ruas desertas, de poças de água e de

caminhos molhados, de beira de estrada, de mato

depois da chuva, de se deitar no capim.

Precisa-se de um amigo que diga que vale a pena

viver, não porque a vida é bela, mas porque já se tem

um amigo. Precisa-se de um amigo para se parar de

chorar. Para não se viver debruçado no passado em

busca de memórias perdidas. Que nos bata nos

ombros sorrindo ou chorando, mas que nos chame de

amigo para ter-se a consciência de que ainda se vive.

Vinícius de Moraes
\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\
Gosto da lua, adoro o luar a minha cor favorita é o azul. Gosto do mar, gosto dos melros e do seu cantar. Mais vale um pássaro num ramo do que numa gaiola dourada. Feche os olhos! Vê alguma coisa? Não, pois não! Agora imagine-se a fazer isso todos os dias, 24 sobre 24 horas ... ! Consegue imaginar? Isto é o dia a dia de um invisual ou deficiente visual (pessoa que não vê)! Mas em contrapartida têm outros sentidos mais refinados ! Apercebem-se com quem estão a falar; sentem os objectos pelas texturas, formas, ... Acima de tudo, são felizes !


tags:

mais sobre mim
Setembro 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
29
30


arquivos
links
pesquisar
 
comentários recentes
Olá Manelito! Que linda declaração!" Eu e Tu", são...
Olá Manel! Hoje é um dia para comemorar. Não que o...
Obrigada!Um abraço
Olá Manel!Gostei tanto do teu poema que resolvi re...
Olá Manel!É lindo o teu poema!Qualquer mulher deve...
Olá Manel!Sabes, gosto muito do mar! Quando estou ...
Olá Manel!Este tema é muito sensível nos dias que ...
Olá Manel!Parabéns pelas fotos magníficas que publ...
Olá Manel!És um amante da rádio. Que mais posso di...
Olá Manel!Surpreendes com as tuas fotos maravilhos...
Olá Manel!Olhar magnífico! Parabéns pela partil...
Olá Manel!Tens um olhar perspicaz. Sempre atento à...
Olá Manel!Que bonitas flores!Captas tudo com muit...
Que ideia genialEsta, da Lua Cheia!Se não estivess...
Olá Manel!Que poema inspirador!As noites de Lua Ch...
Rádios
Rádio é o espírito recreativo do homem.
Ano Europeu património cultural 2018
blogs SAPO